Lançamento do livro Chamas da Morte, da autora Débora Gimenes!!!


Estou fazendo esta postagem para ajudar a divulgar o livro Chamas da Morte, da minha querida amiga Débora Gimenes, que já está disponível na loja da Amazon!

Sinopse:
Chamas da Morte é uma obra que apresenta um ambiente de mistério. A ligação entre os familiares e o passado de uma jornalista e de um delegado são pontos altos desse romance. Nesse ambiente policial, os caminhos dos protagonistas do livro se entrelaçam cada vez mais, eles buscam desenfreadamente por respostas e, a cada passo dado, a tensão e as dúvidas só aumentam. O leitor passa a vivenciar histórias comuns de pessoas com problemas, ansiedades e desejos, os quais se misturam a assassinatos e, até mesmo, a seitas e rituais. Mas até onde tudo isso é real? E até onde a loucura de uma pessoa poderá levá-la, abalando a vida daqueles que a rodeiam?

A obra nos traz uma trama recheada de intrigas, traição, ambição e morte. Muitas vezes, aqueles em quem confiamos são os que mais nos apunhalam…
Um livro, a princípio, idealizado para um público mais jovem, porém, após ser concluído, certamente envolverá a todos os leitores que apreciarem uma boa história de suspense.

Opinião do leitor Norberto Iazzetta
Um caso policial interessante e que prende a atenção até o final, condição sine qua non para um livro policial. Leitura fluida e rápida. 

Opinião da leitora Nina Vinhas
Eu li esse livro de uma vez só, pois, por mais que quisesse, não conseguia parar. Chamas da Morte tem uma trama que prende o leitor do início ao fim com uma história envolvente e 2 investigadores cativantes. Isso sem falar que o final é muito surpreendente e inesperado. Enfim, recomendo muito a leitura, pois esse livro me proporcionou horas de leituras bastante prazerosas e divertidas. A autora não deve nada a grandes nomes da literatura policial mundial e já estou ansiosa pelos próximos livros dela.

Logo abaixo segue o link do livro:

Sobre a autora
Debora Cristina dos Santos Gimenes, ou Debora Gimenes, nasceu em 1973 na capital de São Paulo onde mora até hoje. É escritora e leitora Beta por acidente de percurso e fã de rock and roll.

Mantém o vlog no Youtube Debora Gimenes (https://www.youtube.com/c/debbylenon), onde divulga seu trabalho, fala sobre filmes, livros e séries.  Publicou alguns contos pela editora Andross, Literata, Estronho, Multifoco, Navras.  Organizou a antologia Do Céu ao Inferno (Navras) e co-organizou O Lado Oculto do Crime, com Bruno Anselmi Matangrano (Llyr). Idealizou e editou outras antologias para a editora Navras. Escreveu o livro de contos Do Real ao Imaginário – Contos de Lady Debby Lenon, lançado 2013, pela Navras. Tem vários ebooks publicados na Amazon. Escreveu o livro Chamas da Morte, lançado em Abril de 2018 pela Amazon. Atualmente está trabalhando no romance sobrenatural, que mistura um pouco de investigação policial, A Noiva da Rua André Costa e no seu primeiro romance água com açúcar que será lançado em e-book Segredos e Destinos – Amor Pantaneiro. É mãe, esposa, tutora-mãe de três beagles e superamiga, tudo em tempo integral. 
Fez vários cursos sobre literatura, artes cênicas, História Geral. Adora uma cervejinha!

 

Um xandylhão de beijos no coração de cada um de vocês!

Alex André (Xandy Xandy)

Anúncios

O Filho Desejado – John Steinbeck


Resultado de imagem para capa livro o filho desejadoBoa tarde, querida Família Lendo Muito!

Nada como uma resenha para iniciar a semana, não é mesmo?

Desta vez, escolhi uma obra de John Steinbeck, autor nova-iorquino ganhador do Prêmio Nobel de 1962, que deixou-nos obras magníficas como As Vinhas da Ira, A Leste do Paraíso, A Leste do Éden, e tantas outras.

Nossa história tem início num circo qualquer, mais precisamente numa tenda-vestiário, onde Joe Saul exercitava seus músculos; apesar dos seus cinquenta anos, ainda considerava-se um homem forte e altaneiro; ele descendia de uma longa linhagem circense de acrobatas, assim como sua bela e jovem esposa Mordeen – outra acrobata ágil e desenvolta -, e também Amigo Ed, o palhaço camarada.

Tudo corria bem na vida de Joe Saul, ou melhor, quase tudo, pois ele já fora casado antes e não tivera filhos e agora, após três anos de união com Mordeen, o tão sonhado herdeiro ainda não chegara, o que só fazia aumentar sua angústia diária. 

Para piorar ainda mais a situação, ele ainda era obrigado a suportar a arrogância e as insinuações maldosas do jovem e atraente Vitor, que abandonara a escola para realizar o sonho de ser um grande acrobata circense, o que não era bem visto pelos outros funcionários,  que alegavam que ele não era um “membro legítimo” de uma verdadeira família circense.  

Após mais uma discussão acalorada com o petulante rapaz, Joe Saul corre para o bar, para afogar as mágoas, enquanto Vitor tentava, a todo o custo, seduzir sua bela esposa , sem obter sucesso.

Naquela noite, Mordeen recebeu a visita do Amigo Ed, que conversou com ela a respeito dos avanços do jovem acrobata e também da necessidade que Joel Saul sentia de ser pai; ela então abriu o seu coração, confessando-lhe que tinha certeza que o problema não era dela e sim do marido, já que o mesmo havia tido uma terrível febre reumática na infância.

Amigo Ed disse-lhe então que já suspeitava  da infertilidade de Joe Saul há muito tempo e, antes de retirar-se para seus aposentos, o palhaço camarada fez-lhe a seguinte observação:

“Quando os corpos  de um homem e uma mulher se encontram no amor, há uma promessa, às vezes enterrada tão fundo em suas células que o pensamento não chega a perceber, uma promessa pungente, de que uma criança possa ser o resultado desse terremoto, desse relâmpago. Mas se um ou o outro sabe, além de qualquer dúvida, que a promessa não se pode consumar, então não existe a perfeição. A coisa passa a ser um simples ato, uma farsa, uma mentira. E bem no fundo se transforma em algo inútil, sem sentido!”

Sozinha e desesperada, Mordeen pensa na única maneira de engravidar e fazer seu marido feliz… mesmo que para isto tenha que pagar com a sua própria felicidade!!!

O resto, só lendo muito!

Ao término da leitura, uma reflexão sobre a paternidade fica bem explícita: não interessa nossa linhagem e sim o conhecimento que passamos adiante, seja aos nossos filhos consanguíneos ou adotivos!

Digno de 3 estrelas.

Espero que vocês realmente tenham gostado.

Um xandylhão de beijos no coração de cada um de vocês!

Alex André (Xandy Xandy)

 

Meia-Noite – Julien Green


Meia- NoiteO livro narra a história de Élisabeth, uma criança de apenas dez anos, que ficou órfã após sua mãe Blanche tirar a vida, motivada por um caso amoroso não resolvido.

A partir deste evento, Élisabeth passa uma infância muito conturbada, vivendo na casa de suas tia perturbada. Cansada dos maus tratos, ela foge com o Sr. Lerat, com o qual passa a viver, junto com sua esposa e filhas, até o final da sua adolescência.

Acostumada a viver sem um porto seguro por tanto tempo, ela acredita ter encontrado um, ao conhecer Frontfroide, uma enorme casa velha, que no passado vivera dias de muita glória e luxo, mas agora permanecia envolta num grande mistério que afeta diretamente as pessoas que nela vivem; seus habitantes são ameaçados pela força e magnetismo do Sr. Edme, o proprietário da casa.

Como todos, Élisabeth fica intrigada com a decadente propriedade e passa então a investigar cada um dos seus cômodos; num destes vivia o jovem Serge, por quem ela acaba por apaixonar-se.

Esta paixão culminará numa série de acontecimentos…

O resto, só lendo muito!

Na nossa humilde opinião, o enredo não foi explorado como deveria e o ritmo de toda história é lento e muito cansativo.

Recebe da nossa parte apenas 1 de 5 estrelas.

Esperamos que tenham gostado.

Um xandylhão de beijos no coração de cada um de vocês!

Alex André (Xandy Xandy)
&
Ana Paula

Feliz Páscoa!!!


F echava meus olhos o dia todo tentando me concentrar

E xperimentava diversas combinações, sem nunca conseguir poetizar

L ugar nenhum servia para me inspirar

I nsisti em uma frase com coelho e com ela nada conseguia criar

Z anzei  de um lado para o outro com chocolate na cabeça, mas não achava patavina para rimar

P or um instante me enfureci e decidi que era melhor capitular

A í, lembrei que era um acróstico para vocês e resolvi que eu deveria perseverar

S oube então que  paz e alegria seriam as coisas mais importantes que eu deveria lhes desejar

C laro que também deve-se  manter o bom humor, pois só assim poderão de fato celebrar

O vos de Páscoa e chocolate são guloseimas que cada um de vocês deve mesmo aproveitar

A ssim, despeço-me  desejando uma Feliz Páscoa para todos vocês que eu tanto aprendi a amar.

Alex André (Xandy Xandy)

 

Para todos voltarem aos tempos de criança…

O Ipê Floresce em Agosto – Lucila Junqueira de Almeida Prado


Nenhum texto alternativo automático disponível.Boa tarde, querida Família Lendo Muito!

Trago-vos, desta vez, a resenha de um livro de contos que eu simplesmente me apaixonei.

Trata-se de O Ipê Floresce em Agosto, da autora Lucila Junqueira de Almeida Prado. Achei este livro numa rua próxima à estação Santa Cruz do metrô; ele estava esquecido ali e com a capa bem judiada, dá para acreditar?

Drama, romance e até uma pitadinha de humor fazem parte desta verdadeira obra-prima que, apesar de ter sido classificada como infanto juvenil, trata de temas bem adultos e reflexivos.

As duas histórias que eu mais gostei foram:

Fora do Comum
Bárbara era uma esposa perfeita e mãe fora do comum, pois aceitava em sua casa todos os amigos dos filhos… e até os amigos dos amigos destes!!!

Ela também entendia tudo de moda e dava dicas às amigas e às filhas para sempre se vestirem muito bem; seu único defeito, segundo o marido, era ser muito “gastona”.

Quando ela, o marido e as duas filhas viajaram para a Europa, Bárbara prometera ao mesmo que não iria fazer nenhum tipo de compra supérflua (leia-se sapatos).

Durante boa parte da viagem, ela realmente não comprou nada para ela e nem para Vera e Bel, suas filhas queridas. Porém, assim que chegaram em Paris, seu marido recebeu uma comunicação da firma, pedindo para que ele voltasse às pressas para o Brasil; como ele não queria estragar o passeio da família, deixou a mulher e as filhas e partiu no primeiro avião.

Será que Bárbara conseguiu cumprir sua promessa ao marido? Ou será que ela caiu na tentação e gastou até o que não devia?

O Ipê Floresce em Agosto
Beatriz estava discutindo naquela noite com seu pai, o Dr. Humberto, pois o mesmo não estava nada contente com seu namorado, um viciado em jogos de azar; ele queria que ela casasse com Fernando, um jovem de família e estudante de medicina, que trabalhava com ele no hospital, mas Beatriz fazia questão em dizer que apenas gostava do tal Fernando, todavia, seu coração pertencia ao Cláudio.

Naquela noite, ela esperava que Cláudio a pedisse em casamento e, para não testemunhar a desgraça da filha, o Dr. Humberto resolveu sair de casa, sem antes pedir para sua irmã fazer companhia à filha amada.

Beatriz aproveitou então para perguntar à tia Maria como era viver ao lado de um jogador, pois seu tio Hélio também era um jogador compulsivo; a tia explicou-lhe que, apesar de amar muito seu tio, ela sempre levara uma vida solitária, costurando para fora e contando apenas com as filhas, que cresceram sem a figura do pai, pois o mesmo vivia só de “bicos” e jogando durante toda noite, chegando só de manhã em casa, ou quando ganhava bastante dinheiro – algo bem raro de acontecer.

“- Meu casamento tem sido como estes ipês – a mais linda floração no mais feio dos meses, pois, como você vê, Beatriz, o ipê floresce em agosto. “

Naquela noite, as duas filhas iriam debutar e, para pagar o vestido das meninas, a tia empenhara seu próprio anel de noivado. Só que antes de partirem para o baile, o tio Hélio surgiu, todo bem vestido, com presentes para as meninas e flores para a esposa, para total surpresa de Beatriz.

A jovem ficou em casa, esperando o namorado e acabou pegando no sono; mais tarde, ela acordou com Cláudio admirando-a enquanto ela dormia; segundo ele, a mãe havia se ferido e ele se atrasara por causa disso.

Ele então perguntou a ela se ela o aceitava como marido e ela, sem pestanejar, disse-lhe que sim…

O resto, só lendo muito!

Um livro para ser lido e relido infindáveis vezes!!!

Digno de 5 estrelas!

Espero que vocês realmente tenham gostado.

Um xandylhão de beijos no coração de cada um de vocês!

Alex André (Xandy Xandy)

 

A Mulher do Piloto – Anita Shreve


Bom dia, querida Família Lendo Muito!

A resenha escolhida para hoje é a do livro A Mulher do Piloto, de autoria da escritora americana Anita Shreve.

Resultado de imagem para A Mulher do Piloto livro

O livro narra a história de Kathryn, esposa do comandante de avião Jack Lyons, com quem tem uma filha de nome Mattie.

O casal vivia uma vidinha “nada normal”, já que uma esposa de piloto sempre tem que estar preparada para batidas à porta no meio da madrugada, e também deve  acostumar-se aos horários, escalas e ausências longas do marido, justamente nas horas em que mais necessita de uma figura masculina em casa!

Porém, num belo dia, a bonançosa Kathryn recebe a notícia que qualquer esposa de aviador mais receia: o avião pilotado por seu marido explodira e caíra no mar, perto da costa da Irlanda.

A partir deste momento, uma enxurrada de especulações sobre a causa do acidente começam a surgir, inclusive a de que seu marido  cometera suicídio em pleno ar.

Como se isso já não fosse suficiente para virar a vida de qualquer mortal do lado do avesso, ela ainda começa a desconfiar que seu marido mantinha uma outra vida em segredo.

Ela resolve investigar por conta própria, com o intuito de buscar a verdade sobre aquele homem com que dividira a cama e a sua intimidade por tantos e tantos anos…

O resto, só lendo muito!

A narrativa é um pouco lenta, com muitas descrições sobre o dia a dia do casal e sobre o modo como o acidente afetou a vida de mãe e filha enlutadas; porém, perto do final a história dá uma pequena engrenada, culminando com um final imprevisível e inusitado.

Afinal, será mesmo possível conhecer de fato uma pessoa? 

Recebe 2/5 estrelas!

Esperamos que tenham gostado.

Um xandylhão de beijos no coração de cada um de vocês!

Alex André (Xandy Xandy)
&
Ana Paula

Gaiola das Estrelas – Jacquelyn Mitchard


Resultado de imagem para livro gaiola das estrelasBoa tarde, querida Família Lendo Muito!

Tentem imaginar a seguinte cena: um homem comum para seu carro em frente a uma aconchegante casa, localizada em uma tranquila comunidade mórmon.

Até aí, tudo parece normal, não é mesmo?

Só que este homem em particular caminha a passos desnorteados, de maneira autômata e inconsciente e, naquela manhã ensolarada de novembro, sem mais nem menos ele invade esta mesma propriedade e corta, de forma violenta, a garganta de Beeky e Ruthie, duas crianças que brincavam inocentemente de esconde-esconde com Verônica, a irmã mais velha!

O nome deste homem é Scott Early e este ato vil e torpe mudará para sempre a vida de todos da família Swan!

Para os pais sempre restará a seguinte pergunta: será que poderiam ter evitado que o pior acontecesse a seus dois anjinhos? Já para Verônica, de treze anos, sobrou apenas a culpa por ter sobrevivido ao ataque.

Em meio a estas e outras reflexões profundas, acompanhamos passo a passo a tragédia da família Swan, até o momento em que, após 4 anos do aniversário do crime, Verônica resolve ir atrás de Scott Early, pois o mesmo acabara de ser colocado novamente em liberdade!

Ela tem apenas uma objetivo em mente: vingança!

Todavia, será que o perdão conseguirá fazer-se mais forte e aliviar a dor de todos os membros da família Swan? E será que Scott Early se mostrará digno de receber uma segunda chance e assim levar uma vida normal?

O resto, só lendo muito!

Uma narrativa vibrante e profunda, com um final surpreendente e que remete-nos à reflexões sobre culpa e verdadeiro perdão!
Digno de 5 estrelas!

Esperamos que tenham gostado.

Um xandylhão de beijos no coração de cada um de vocês!

Alex André (Xandy Xandy)
&
Ana Paula