Romance de uma Mulher – Guy de Maupassant

Resultado de imagem para romance de uma mulher guy de maupassant

Boa tarde, querida Família Lendo Muito!

Após um breve hiato, estamos retornando hoje e trazendo uma resenha especial de um verdadeiro clássico da literatura universal: Romance de uma Mulher, de autoria do brilhante Guy de Maupassant.

O livro narra a história da romântica e bela Joana, que fora mandada para o convento “Sacre-Coeur” aos doze anos, retornava agora com dezessete a casa dos pais ricos, livre de todos os pensamentos mundanos e aguardando um marido maravilhoso enviado pela Divina Providência, que lhe seria dedicado por toda a sua existência, ou seja, um verdadeiro príncipe encantado!

A mãe de Joana, a baronesa Adelaide e seu pai, o Barão Simão-Tiago, faziam de tudo para que sua única e tão querida filha fosse a mais feliz de todas as jovens, dando-lhe todo o amor e carinho e enchendo-a de mimos e presentes.

Num belo dia, ela conhece seu novo vizinho, o belo e formoso Julião, visconde de Lamare, por quem logo se apaixona e casa muito rapidamente. Todavia, Joana descobre da maneira mais dura que seu marido estava mais para um sapo do que para um príncipe, pois ele havia se casado com ela apenas por causa de seu dote, mostrando-se um marido avarento e muito agressivo.

A partir de então, ela passa a experimentar uma vida tediosa e infeliz, que piora quando a empregada Rosália, dá à luz a um menino repentinamente e se nega veementemente a dizer quem é o pai da criança. Entretanto, após surpreendê-la certa noite na cama com Julião, Rosália acaba confessando-lhe que o pai de seu filho era seu marido e que ele a visitava com frequência, desde que voltaram da noite de núpcias!

Joana então começa sua saga, tendo que lidar com a infidelidade de Julião e submetendo-se aos martírios e provações de um casamento fadado ao fracasso…

O resto, só lendo muito!

Um drama forte e tocante, que força todos nós leitores a refletirmos sobre a vida que idealizamos e que nem sempre é a que conseguimos alcançar.

Como o próprio Guy de Maupassant afirmava sempre: “A vida, que você vê, nunca é tão boa ou tão ruim quanto a que acreditamos!”

Esperamos que todos tenham gostado.

Um xandylhão de beijos no coração de cada um de vocês!

Alex André (Xandy Xandy)
&
Ana Paula

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s