O Outro lado – Natsuo Kirino

Resultado de imagem para do outro lado natsuo kirinoBoa tarde, querida Família Lendo Muito!!!

Trago-vos, desta vez, a resenha de O Outro Lado – um thriller psicológico de tirar de o fôlolego, de autoria de Natsuo Kirino!

O livro narra a história de quatro amigas que trabalham juntas no turno da noite de uma fábrica de marmitas; além do fato de trabalharem juntas, as quatro também têm em comum o fato de levarem vidas bem complicadas. Kuniko, a mais nova do grupo, gasta todo o dinheiro que tem – e também o que não tem – com roupas e acessórios; seu marido a abandonou após descobrir o montante de suas dívidas e agora ela encontrava-se nas mãos de agiotas. Yoshie,  é uma mãe solteira, que cria sua filha adolescente com muitas dificuldades, além de também ser obrigada a cuidar de sua sogra acamada há seis anos, devido a um AVC. Yayoy é mãe de dois garotos pequenos e trabalha na fábrica para sustentar a casa, pois seu marido Kenji não passa de um autêntico vagabundo e jogador compulsivo. Já Masako é a mais velha e líder das quatro, a quem as outras sempre recorrem quando o assunto é dinheiro; todavia, ela também não é nenhum pouco feliz ao lado de seu marido – inclusive eles dormem em quartos separados há bastante tempo – e seu filho não fala com ela desde o dia em que foi expulso da escola.

Certa noite, Yayoi volta para casa e encontra Kenji, que havia chegado mais cedo do que o normal; ela fica sabendo então que ele havia gastado todo o dinheiro que vinham poupando jogando bacará num clube masculino. Ela então confronta o marido a respeito de Anna, uma garota de programa com quem ele estava saindo e o mesmo acaba por desferir-lhe um forte soco no estômago. Cega de raiva, Yayoi acaba estrangulando Kenji até a morte.

A primeira coisa que vem a mente de Yayoi é ligar para a amiga Masako, que ouve toda a narrativa e a orienta a ficar calma, pois ela iria ajudá-la a livrar-se do corpo de Kenji. Yoshie e Kuniko, que precisavam de dinheiro emprestado de Masako acabam aceitando ajudá-la a desmembrar o corpo no banheiro da casa de Masako, colocando-o em sacos pretos de lixo e, posteriormente, descartando-o em pontos diferentes de Tóquio. 

Kuniko acabou sendo descuidada e  largou seus sacos num parque, que logo foram encontrados pelas autoridades. Dois detetives  batem na porta de Yayoi, para perguntar-lhe a respeito do seu marido, mas ela consegue convencê-los que não tinha nada a ver com o crime. 

Posteriormente, a polícia acaba prendendo Satake, o dono do clube masculino que Kenji frequentava, pois o mesmo havia dado uma surra no falecido na mesma noite em que ele fora morto, porque ele estava devendo muito dinheiro e também estava assediando Anna, sua melhor garota de programa.

Yayoi ficou sabendo que receberia um valor bem alto referente ao seguro de seu falecido marido e prometeu dividi-lo com suas amigas.

Tudo caminha para um desfecho feliz para as quatro, até o momento em que o agiota de Kuniko vai até a sua residência, com o intuito de receber o que lhe é devido…

O resto, só lendo muito!

Mais do que ter criado um suspense eletrizante, Natsuo Kirino, retrata-nos brilhantemente a sociedade japonesa e alguns de seus costumes rígidos e retrógrados, como a submissão feminina e a desigualdade salarial entre as mulheres e os homens – algo que é  recorrente na maioria do países, inclusive no Brasil -, a discriminação que  os chamados dekasseguis (brasileiros que trabalham no japão) sofrem por parte do povo japonês, em geral.

Digno de 3 estrelas!

Espero que vocês realmente tenham gostado.

Um xandylhão de beijos no coração de cada um de vocês!

Alex André (Xandy Xandy)

2 comentários sobre “O Outro lado – Natsuo Kirino

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s