Peças Fragilizadas – Vera Carvalho

Peças FragilizadasBoa tarde, querida família Lendo Muito!!!

Preparei esta resenha muito especial de um livro da querida autora Vera Carvalho Assumpção – a nossa dama do crime nacional – que foi extremamente generosa em enviar-me um exemplar autografado para minha apreciação.

Trata-se do livro Peças Fragilizadas, que narra uma das aventuras de Alyrio Cobra, seu famoso detetive.

A história começa quando Alyrio Cobra recebe uma ligação de um cliente, pedindo para encontrá-lo em um hotel muito chique da Avenida Paulista. Lá chegando, ele conhece o casal Joca e Val (Valdeci). Joca fora contratado de dentro da prisão para matar o empresário Nelson, e fazer com que parecesse um sequestro malsucedido. Ele baleou o empresário duas vezes e entregou-se para a polícia, como parte do acordo.

Sua fuga da cadeia havia sido facilitada e ele vivia muito bem até que os envolvidos  no crime começaram a morrer, vitimados por balas perdidas, suicídios na cadeia e esfaqueados por outros presos, sem que a polícia conseguisse ligar os pontos e perceber que tudo tratava-se de uma “queima de arquivo”. 

O motivo real da morte do empresário era o dossiê que ele havia reunido com todos os nomes envolvidos no recebimento de propinas de compra e venda de vans para o transporte público de São Paulo. Ele havia descoberto que muitos ex-presidiários faziam parte do esquema  e estava ameaçando revelar o dossiê.

Joca contrata o detetive para encontrar o dossiê, já que ele poderia ser o próximo a morrer. Alyrio aceita o caso e começa a sua investigação conversando com os envolvidos nos transportes de vans e descobre que Jacinto e Antunes, líderes da associação de transportes, ainda continuavam cobrando propinas dos outros membros.

Ele resolve focar suas atenções em ambos e, numa perseguição a Antunes, o detetive teve o vidro do carro estilhaçado com um soco e acabou com o rosto bem ferido. Ele não pôde ver quem era, mas teve certeza que quem fez aquilo não estava de brincadeira.

Como se isso já não bastasse, Alyrio ainda teve uma relação tórrida com Val, a namorada de Joca. A moça acabou por mexer com sua cabeça de tal forma, que ele só se imaginava em um novo encontro, mesmo sabendo que era perigoso.

Será que Val continuará mexendo com a cabeça de Alyrio? E será que o nosso detetive conseguirá encontrar o dossiê e evitar que novas mortes -incluindo a dele próprio -ocorram? 

O resto, só lendo muito!

Adoro histórias policiais e esta foi muito bem escrita, mantendo o ritmo eletrizante do início ao fim; o tema da máfia do transporte público foi muito bem escolhido pela autora. E ela conseguiu criar um detetive genuinamente brasileiro – apesar dele gostar de uísque -, parece até que vou dar de cara com ele quando estiver andando ali pelo Anhangabaú ou pela Paulista. A única crítica são  alguns erros, oriundos da revisão. Nota 9.

Alex André

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s