Tokyo Ghoul#6-Sui Ishida

O sexto volume da saga Tokyo Ghoul, além de ter como foco um dos principais acontecimentos da trama (o principal mesmo acho que vai acontecer no próximo mangá e não ocorreria se não fosse por este) também é, entre todos até agora, o que nos traz mais informações que não estão presentes no anime. Como de costume, alerto que podem haver spoilers dos últimos volumes daqui pra baixo!

Nos últimos mangás, temos conhecido melhor Rize, descobrindo mais sobre o passado dessa personagem tão intrigante quando vemos que, antes de ir para o Distrito 20, ela se encontrava no 11. E, quando vimos isso, acabamos sendo apresentados a um personagem que parecia ter, no mínimo, certa admiração por ela, por sua liberdade e até por seu desprezo em relação ás regras. Isso mesma, estou falando do Banjou-san.

E aqueles que imaginavam que ele seria apenas uma figura da vida já acabada de Rize e, portanto, não voltaria a aparecer, talvez se surpreendam ao saber que, na verdade, ele não só está de volta neste sexto volume como chega exercer um papel até de relativa importância quando se dirige á Anteiku em busca de Rize-san.

Ao chegar lá, ele diz estar procurando-a por ser apaixonado por ele, embora tenha ido ao local procurá-la por outro motivo: Um grupo de ghouls denominado A Árvore de Aogiri tomou o Distrito 11 e ele, o antigo chefe da área, tornou-se seu subordinado e recebeu a missão de achá-la.

Após uma certa confusão causada pelo fato do Kaneki ter o cheiro da Rize, eles acabam se entendendo mas, quando parece que tudo vai se acalmar, o chefe de Banjou-san, que tem uma posição mais elevada do que ele dentro da Árvore de Aogiri, aparece. Só que o chefe de Banjou-san não é qualquer um, o rapaz que já chega de forma violenta na cafeteria é ninguém mais ninguém menos do que o até então desconhecido por nós, Ayato Kirishima, irmão mais novo de Touka!

Ele obviamente tem como objetivo levar Rize-san, e depois de um combate com a irmã mais velha, ele acaba levando o Kaneki, por ter o cheiro da famosa Glutona. Levado até o Distrito 11, ele começa a ter uma noção um pouco melhor do tamanho surpreendente da organização que agora domina o local, além de viver como subordinado junto com Banjou e outros ghouls. Cansados de sofrer abusos eles decidem planejar uma fuga…

Mas não é apenas nas desventuras de Kaneki que se concentra a obra! O domínio da Árvore de Aogiri elevou a níveis alarmantes a violência no Distrito 11, e é evidente que isso não passaria despercebido pelos pombos e que estes, por sua vez, tentariam controlar a situação.

Visando isso, pombos de diversos distritos, e até alguns da própria matriz, são selecionados para participar de uma missão para limpar a área. no caso do distrito 20, os escolhidos são Amon, Shinohara-san e o Juuzou (que está na capa).

Por causa disso, acabamos conhecendo melhor este último, que havia tido apenas uma aparição incrivelmente rápida no final do quinto volume. É revelada sua posição na organização de combate contra os ghouls, assim como seu desejo de ter uma quinque, sua relação com Shinohara e seu hábito de fazer os ghouls sofrerem quando os mata, cortando-os em vários pedaços. É melhor esclarecido também seu sexo, o que é bem interessante para alguns fãs que ficaram em dúvida quando se depararam com ele pela primeira vez.

Com acontecimentos importantíssimos para a trama, e alguns novos até mesmo para aqueles que já assistiram todo o anime, a inserção de novos personagens apaixonantes (incluindo o próprio Juuzou, que é um dos meus preferidos) e explicações curiosas sobre os diversos tipos de kagune existentes, para mim a obra merece um 9.

By Ana Beatriz

Anúncios

6 comentários sobre “Tokyo Ghoul#6-Sui Ishida

  1. Obrigada, que bom que gostou!! Quem sabe você não acaba gostado de mangá? Kk depois que você pega o jeito de como ler ao contrário, fica super fácil!
    Beijos 🙂

    Curtir

  2. Muito obrigada mesmo! Eu fico realmente feliz em saber que estou melhorando, e quanto a você ler mangá…eu super indico, não é tão diferente assim dos quadrinhos, tem uma variedade incrível de histórias e é muito bom kk.
    Beijos 🙂

    Curtir

  3. Tokyo Ghoul é um dos meus animes preferidos, e garanto que ler o mangá também vale a pena. É bem legal e serve pra matar a vontade de ter mais da história enquanto a terceira temporada não chega 🙂

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s