É PROIBIDO COMER A GRAMA – Wander Piroli

Jà conversei com algumas pessoas que não gostam de comprar livros em máquinas, pois acham que só tem “porcarias” lá. Respeito a opinião de cada um, mas também tenho o direito de discordar, pois sempre podemos encontrar um livro bem interessante ali e acessível ao nosso orçamento.

E foi procurando por novos “diamantes literários”, que eu acabei deparando-me com “É proibido comer a Grama”, uma  coletânea de 18 contos fortes, que foi escrita brilhantemente por Wander Piroli, premiado autor  mineiro, que infelizmente já nos deixou, em 2006.

Os contos de Wander Piroli retratam uma Grande Belo Horizonte, violenta, cruel, que não se difere em nada de São Paulo, Recife, Salvador, ou de qualquer outra cidade de nosso país tão assolado pela violência.

Seu mundo não é um mundo ficcional, cor de rosa, mas sim um mundo negro, real, onde o vermelho impera – o vermelho do sangue que escorre das vítimas. Os personagens de Wander Piroli são fortes, bem construídos. E como na nossa vida, estão sempre matando por nada ou sendo mortos por coisas pequenas, estúpidas.

São histórias como a do professor Thales, que ao ser assaltado à mão armada teve ir à delegacia para registrar queixa, e então ficar na enorme “fila dos assaltados”. Ali, ele teve contato com várias vítimas que também tinham sofrido assalto mas haviam sido espancadas e violentadas também.

A partir de então, ele acredita ser um  felizardo, já que não sofrera nenhuma agressão, apenas “limparam” tudo o que tinha, inclusive seu velho Volks (Fusca) e as provas de escola. Ao sair da delegacia, seu plano era voltar a pé para casa, já que não tinha qualquer dinheiro e nem documentos. Tudo parecia bem para o nosso “sortudo” professor Thales, até que algo acontece e leva o professor a repensar seus conceitos…


São como as de Elídio, que ao chegar ao hospital com o filho pequeno que botava sangue sem parar pelo nariz, porém nunca ser atendido, reclama então com a enfermeira e recebe a informação que os médicos estão fazendo a sua refeição e não podem ser interrompidos. Elídio acaba por tomar uma decisão que irá mudar a sua vida para a sempre…

Poderia ser até mesmo a minha própria história ou a de qualquer um, já que ninguém hoje está livre da violência.

Um livro espetacular, que só pela capa, escolha do papel e diagramação já atrai qualquer um. Por isso, minha nota não poderia ser outra senão 10.

Espero que tenham gostado!

Um grande beijo.

Alex André

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s