EM TRANSE – Alex André

Este novo acróstico foi baseado nos contos “Transe” e “Eva”, do livro Desonrados e outros contos, do brilhante escritor Arlindo Gonçalves.

E nquanto estava no Metrô, Eva começou a pensar em sua vida desafortunada

M antinha a lembrança da morte de seu pai querido, e como a partir daí, tudo declinara

T antas vezes fora abusada pelo padrasto tarado, até  que teve coragem de furgir para São Paulo

R evirou a cidade procurando emprego em todas as casas, mas toda a porta era-lhe sempre fechada

A í, já desesperada, foi trabalhar na profissão mais antiga, como mulher da vida

N ão ganhava quase nada, quase sempre era espancada e ainda acabou grávida

S oube depois que estava com Aids e que sua filha podia estar contaminada

E  voltando a realidade com o choro da própria filha, ficou ainda mais desesperada…

Alex André

Anúncios

10 comentários sobre “EM TRANSE – Alex André

  1. Nossa, que aperto no coração este acróstico me deu. Eu sou daquelas que quando leio algo relacionado a meu nome, sinto como um deja vú que nunca vivi, mas que poderia e me aperta o coração.
    Como sempre com posts incríveis, Alex.
    Parabéns de coração. Beijos 😀

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s