DESONRADOS e outros contos – Arlindo Gonçalves

DesonradosEncontrei este livro realmente por acaso, ao garimpar novidades literárias em algumas máquinas de livros do metrô. Acredito que tenha sido um dos melhores livros que li nos últimos tempos, senão o melhor. Existe um grande paralelo entre Memórias do Subsolo, de Fiódor Dostoievisky, como  o próprio Nelson de Oliveira veio a comentar em seu prefácio. 

Os dez contos contidos nesta obra magnífica tratam de uma São Paulo que vemos todos os dias, mas que muitas vezes fechamos os olhos e tentamos esquecer: a São Paulo do mau cheiro, do metrô lotado, da sujeira, da prostituição, do álcool, das drogas, dos crimes. 

Entretanto, no meio de tanta decepção, de tanta amargura, de tanto sofrimento, ainda há espaço para a sinceridade, amizade e ternura.

São histórias de pessoas que nunca acreditam em um futuro melhor, que são desprovidas de sonhos, já que a desgraça e a tragédia foi quem sempre acompanhou-as desde muito cedo.

Há também histórias de pessoas que tiveram uma vida ótima, que eram muito felizes, porém foram visitadas pela fatalidade e tiveram suas vidas tragicamente mudadas, transformando-as em seres miseráveis, só aguardando pela morte.

A história mais marcante é a de Eva, que ao perder o pai ainda muito pequena, começou a ser violentada pelo padrasto, até criar coragem e fugir para São Paulo. Contudo, sem muita opção, Eva resolve prostituir-se e acaba contraindo AIDS. E acaba por ficar grávida, para piorar ainda mais a sua triste situação. Suas amigas de profissão aconselham-na a abortar, mas ela teima e resolve ter a criança. Em um dos seus programas, Eva foi espancada quase até a morte por dois clientes sádicos e o que eles falaram enquanto batiam nela mudou o rumo da sua vida…

Como todas as histórias são interligadas, vou ficando por aqui, para não estragar a surpresa reservada para o final.

Não poderia deixar de reproduzir um poema que faz parte do conto “Manhã Nova”:

Encerram-se as últimas luzes da tarde

Comboios nos levam a lugares que nós nunca almejávamos estar

As pessoas um dia nos receberão sorridentes

Amados um dia seremos

Então, cuspiremos na comiseração que nos tornava desonrados

Felizes, então, seremos

Quem sabe?

Quem nos guiará?

Para além do amanhã…

Quem nos guiará?

Para além da manhã nova…

Lembrando, também, que o livro todo é acompanhado por fotos em preto e branco de partes da cidade de São Paulo, como a que reproduzo abaixo. Todas têm a ver com o contexto. 

Este livro só aumentou o meu interesse em conhecer mais obras deste autor. Nota 10.

Anúncios

10 comentários sobre “DESONRADOS e outros contos – Arlindo Gonçalves

  1. Olá… não creio muito em coincidências… mas encontrei sua resenha “por acaso”, da mesma forma que você encontrou o livro! E o livro foi escrito pelo meu namorado e parceiro de escritas – Arlindo Gonçalves – que possui outros livros tão impressionantes quanto este (mas sou suspeita… hehe!). Este é parte do que ele chama de “Trilogia do Anonimato”; a continuação dele é o igualmente belíssimo “Desacelerada mecânica cotidiana”. Leia, caso tenha a oportunidade!
    Para saber mais sobre seu livro mais recente, acesse: https://www.facebook.com/semchuteirasesemunhas/

    Grande abraço,
    Luciana Fátima.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Seu namorado é muito talentoso, pode dizer isso a ele. Adorei mesmo o livro e vou adquirir, com toda a certeza, o resto da “Trilogia do Anonimato”
    Seja muito bem-vinda à Família Lendo Muito.
    Um grande beijo e parabéns pelo seu dia.

    Curtir

    • Caro amigo Arlindo, é uma honra receber sua visita tão iluste aqui em meu blog. Sua escrita é impressionante e eu não vejo a hora de conhecer outros trabalhos seus.
      Seja muito bem-vindo à Família Lendo Muito.
      Um grande abraço e muito sucesso.
      Alex

      Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s