DEPOIS DO VERÃO – Alex André

Depois do Verão

Nosso narrador é um homem de meia-idade, que adorava o mar e vivia em Cape Cod. Já cansado de cozinhar e limpar sua casa, ele resolve procurar uma jovem para as tarefas domésticas, mas não encontra sucesso.

Quando ele é acometido por um terrível resfriado que impossibilita-o de fazer suas atividade diárias, recebe a visita de Joana, jovem tímida de apenas 14 anos, que estava hospedada na casa dos Pereiras, de quem era prima da esposa do casal. A bela jovem passa a cozinhar e conservar a casa limpa durante todo o seu resguardo, sem querer nenhum pagamento em troca.

Ao recuperar-se, o narrador vai até a casa dos Pereiras e trata diretamente com eles para que a garota ajude-o três vezes na semana, mediante pagamento, mesmo supondo que o dinheiro não seria destinado à jovem.

Aos poucos, Joana começa a criar confiança e conta que nunca havia conhecido seus pais e que sempre vivera em um orfanato, e que a maior alegria para ela eram os dias que ela passava na casa do narrador. Ao ganhar  dele o cãozinho “Segunda-feira” (nome que ela batizara em homenagem ao primeiro dia da semana que ela trabalhava ali na casa), ela realmente começa a vivenciar o sentido da amizade e carinho paternos.

Até que em um passeio de barco, conhece Jot Deacon, belo rapaz de  14 anos e destemido navegador,  por quem ela desenvolve um interesse e vice-versa. O amor floresce entre as duas almas jovens, mas um amor totalmente adolescente, sem sexo, sem malícia. Apenas um amor puro.

Como prova deste amor , Joana presenteia Jot, com a única coisa que ela tinha de fato, seu “Segunda-feira” querido. E os dois passam o verão juntos, felizes, sem pensarem na maldade do mundo ou na morte, apenas neles.

Ao final do verão, quando Jot armava armadilhas para lagostas ele acaba sofrendo um acidente e morre afogado, junto com o “Segunda-feira”. Joana fica tão transtornada ao vivenciar o acidente de longe com o narrador, que não consegue nem comparecer ao enterro do namorado, mesmo sob protestos.

A partir de então, uma transformação estranha começa a ocorrer em Joana, pois ela parece não acreditar na morte de Jot e o narrador começa a suspeitar que ela está em um perigoso estado de negação absoluta.

Ao ausentar-se por uns dias, nosso narrador recebe o telefonema do padre Dowdy, vigário da cidade, avisando-o para regressar logo, pois Joana tentara se afogar no mar e estava agora internada em um hospital.

O resto, só lendo muito…

Foi o livro mais emocionante que eu já li em toda a minha vida. Vai levar às lágrimas todos os que forem sensíveis como eu, tenho certeza absoluta. Robert Nathan conseguiu criar  uma genuína história de inocência, amor e tragédia. Nota 11.

Alex André

Anúncios

4 comentários sobre “DEPOIS DO VERÃO – Alex André

    • É verdade, Pati querida. As relações são muito superficiais e as pessoas só estão preocupadas com o sexo fácil, ao invés de preocuparem-se com o amor, o companheirismo, infelizmente.
      Obrigado pela visita e boas férias pra ti, também. Espero que tenha um feliz natal maravilhoso e que seu ano novo seja permeado de alegria e sucesso, pois você é uma batalhadora e merecedora.
      Mil beijos.

      Curtir

  1. Eu que choro a toa…nem imagino! Provavelmente entraria em coma antes de terminar. rsrs Ou desidrataria. Mas gosto assim mesmo, apenas tenho que estar com o ânimo em alta pra ler assim.
    Obrigada pela dica Alê, pra você, que tanto lê, dizer que foi o mais emocionante…´é de pensar no caso.

    Bjooo 😀

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s