O INIMIGO SECRETO – Agatha Christie

Caros fãs de Agatha Christie, vou começar a publicar uma série de resenhas dos livros da Dama do Crime, aqui no blog (algo que a Ana Beatriz já deu início a algum tempo). 

O livro que eu escolhi desta vez foi: O Inimigo Secreto, publicado em 1922. Trata-se de apenas o segundo livro desta autora maravilhosa (O primeiro foi O Misterioso Caso de Styles) e traz como protagonistas Tommy (Thomas Beresford) e Tuppence (Prudence Cowley).

Começa com o naufrágio do navio Lusitânia, em 1915, em plena Primeira Guerra Mundial. Uma das jovens que estava correndo para deixar a embarcação é convencida por um estranho a transportar, para fora do navio, documentos importantes relativos à salvação da Inglaterra.

 

Acontece um hiato na história e anos depois, Tommy e Tuppence, grandes amigos de infância, se reencontram por acaso em uma estação de metrô. Ao conversarem em uma lanchonete, ambos percebem que estão na mesma situação, ou seja, sem qualquer dinheiro.  Resolvem então criar a Jovens Aventureiros Ltda, firma essa que aceitaria qualquer tipo de serviço, em qualquer parte, desde que o pagamento fosse bem remunerado.

Tuppence é então abordada na saída da lanchonete pelo Sr. Whittington, que ouviu parte da conversa dos dois jovens e pede a ela que que vá até seu local de trabalho, pois tem uma proposta aos dois.

Eles devem investigar o súbito desaparecimento da jovem Jane Finn, que carregava documentos confidenciais e que nunca mais foi vista após o naufrágio do Lusitânia, em 1915 (a mesma jovem abordada por um estranho e convencida a carregar documentos para fora do navio, no início da história.

Mas não são apenas eles que estarão atrás destes documentos secretos, capazes de destruir a Inglaterra. Existe um inimigo secreto disposto a colocar as mãos nestes documentos e que fará qualquer coisa por isso. Tommy e Tuppence terão que correr contra o tempo para encontrar os tão perigosos documentos, pois suas próprias vidas dependem deles.

O resto, só lendo muito…

O livro conta com alguns furos, como desaparecimento de personagens sem explicação e descrição incompleta de ambientes, mas nada que comprometa e gere desinteresse. Aliás, fiquei fã do jovem casal e acho que são personagens mais críveis do que Miss Marple, pelo fato de serem mais comuns, como qualquer um de nós, despertando assim mais carisma (esta é a  minha opinião). Nota 7,5.

By Alex André

 

Anúncios

5 comentários sobre “O INIMIGO SECRETO – Agatha Christie

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s