ELOGIO DA MADRASTA – Mario Vargas Llosa

Lucrecia e Don Rigoberto casam-se e vivem uma vida de sonhos. Entendem-se muito bem fora e principalmente na cama, com as fantasias vividas pelos dois, mas alimentadas por Don Rigoberto.

O único entrave para toda esta felicidade é Alfonsito (Foncho), filho de Don Rigoberto, ainda muito devotado à sua finada mãe, Eloísa. Mas a beleza e o encanto da nova madrasta acabam por enfeitiçar o garoto.

A partir daí, o amor inocente do menino irá contrastar com uma paixão além da pureza. Lucrecia, ao perceber que a chama que arde no menino pode não ser apenas uma simples admiração, afasta-se para tentar cortar o mal pela raiz. Porém, é obrigado a recuar, mediante a chantagem do menino, ameaçando matar-se caso a madrasta não volte a ser atenciosa como era antes.

A madrasta acaba sentindo pena da bela e doce a criança e acaba enveredando por um caminho perigoso de volúpia, misturado à mais pura ingenuidade e simulação.

O resto, só lendo muito.

Este meu primeiro contato com Mario Vargas Llosa, ganhador do Prêmio Nobel de Literatura de 2010, me deixou simplesmente com vontade de ler a obra completa deste autor. O toque de humor e erotismo do livro é simplesmente fantástico. Todos os que apreciam uma literatura do mais alto nível, deveriam ler esta obra ímpar. Nota 10.

Anúncios

6 comentários sobre “ELOGIO DA MADRASTA – Mario Vargas Llosa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s